Fechar Fechar

Funcionária da Vale sorrindo em paisagem verde. Ela veste uniforme verde
da vale, oculos, capacete e protetores auriculares Artefato visual de onda Vale
Imagem de header interno Imagem de header interno
11/1/22

Negócios

Vale assina acordos para desenvolver Mega Hubs no Oriente Médio e prover soluções de descarbonização para siderurgia

A Vale anuncia que assinou três acordos com autoridades locais e clientes para estudarem em conjunto o desenvolvimento de complexos industriais (Mega Hubs) no Reino da Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos, e o Sultanato de Omã para produzir produtos de baixo carbono para a indústria siderúrgica.

As partes visam a cooperação no desenvolvimento desses Mega Hubs para produzir hot briquetted iron (HBI) e produtos de aço para suprir ambos os mercados locais e transoceânico, com redução significativa das emissões de CO2.

A produção de HBI com utilização de gás natural emite aproximadamente 60%1 menos CO2, quando comparado com a produção de ferro gusa através da rota integrada BF-BOF. No futuro, a substituição de gás natural por hidrogênio e a utilização de energia renovável poderão eliminar as emissões de CO2.

Espera-se que a Vale construa e opere as plantas de concentração e briquetagem de minério de ferro nos hubs, assegurando a oferta de produtos aglomerados de alta qualidade; que os parceiros locais promovam a construção da infraestrutura logística necessária; e que os investidores e/ou clientes construam e operem as plantas de redução direta e sejam os compradores de HBI para os mercados de exportação e doméstico. Estes Mega Hubs devem abastecer diferentes mercados em todo o mundo, apoiando a descarbonização da indústria siderúrgica.

O Presidente da Vale, Eduardo Bartolomeo, afirmou: “Nós estamos muito satisfeitos em anunciar estas parcerias, que nós acreditamos que serão chave para apoiar a descarbonização da indústria siderúrgica. Com esta iniciativa, a Vale vai garantir a disponibilidade de produtos aglomerados de alta qualidade e promover a expansão da indústria do aço com baixa emissão de CO2.”

Marcello Spinelli, Vice-Presidente Executivo de Ferrosos da Vale, afirmou: “Nós vemos um grande potencial na rota de redução direta, com a demanda transoceânica por esses produtos aglomerados de alta qualidade crescendo 100 Mt nos próximos 15-20 anos. Nós devemos estruturalmente aumentar nossa oferta desses produtos aglomerados de grande valor nos próximos anos, melhorando o valor do nosso portfólio de produto. Nós acreditamos fortemente que o Oriente Médio, com seus preços competitivos de energia, localização estratégica e mentalidade empreendedora, tem um conjunto único de condições para desenvolver com sucesso os hubs integrados.”

Esta iniciativa contribui para alcançar o compromisso da Vale de reduzir 15% das emissões líquidas de scopo 3 até 2035. Além disso, a Vale busca reduzir suas emissões absolutas de escopos 1 e 2 em 33% até 2030 e alcançar neutralidade até 2050, em linha com o Acordo de Paris liderando o caminho em direção a mineração sustentável.

Briquetes verdes e o caminho para a descarbonização

Os briquetes verdes da Vale foram anunciados pela primeira vez no ano passado, depois de terem sido desenvolvidos durante quase 20 anos. O produto foi inicialmente concebido para substituir a carga direta e os produtos de sinterização na rota de produção de aço do alto-forno integrado (BF-BoF), reduzindo potencialmente as emissões de carbono em até 10%. Os briquetes verdes também podem ser utilizados na rota de redução direta (como nos Mega Hubs), oferecendo uma opção ainda mais "verde" para o setor siderúrgico.

Até hoje, a Vale assinou acordos com mais de 30 clientes para o desenvolvimento de soluções conjuntas para descarbonizar a indústria siderúrgica. Esses clientes representam cerca de 50% das emissões de escopo 3 da empresa.

Sobre os acordos assinados

• Em 26 de outubro de 2022, a Vale assinou um Memorando de Entendimento com o Saudi Arabia’s National Industrial Development Center (NIDC) para estudar em conjunto o desenvolvimento de Mega Hub na cidade industrial Ras Al Khair. Sob a tutela do Ministério da Indústria e Recursos Minerais, o NIDC é responsável por estabelecer relações com as principais organizações industriais, impulsionando o desenvolvimento industrial do Reino da Arábia Saudita, sendo líder de pensamento e referência para o setor industrial local, apoiando a liderança econômica e técnica no Reino.

• Em 27 de outubro de 2022, a Vale assinou um Memorando de Entendimento com Emirates Steel Arkan (ESA) para estudarem em conjunto o desenvolvimento de Mega Hub na Zona Econômica de Khalifa em Abu Dhabi (KEZAD). ESA é uma sociedade anônima e a maior produtora de aço e materiais de construção dos Emirados Árabes Unidos. O Grupo abastece os mercados doméstico e internacional com produtos acabados de aço de alta qualidade como fio-máquina, vergalhões, perfis pesados e estacas de chapa fina. Além disso, o Grupo produz cimento premium, blocos, tubos, e argamassa seca, criando um portfólio único para os setores de construção e manufatura. O Grupo desempenha papel importante ao contribuir para a diversificação da economia dos Emirados Árabes Unidos em linha com a estratégia industrial dos UAE “Operation 300 bn” e a Abu Dhabi Economic Vision 2030. Através do SENAAT, a Emirates Steel Arkan é parte do ADQ, uma das maiores empresas holding da região com um vasto portfólio de grandes empresas abrangendo setores chave da economia diversificada de Abu Dhabi.

• Em 30 de outubro de 2022, a Vale assinou um Memorando de Cooperação com o Ministério do Comércio, da Indústria e Promoção do Investimento do Sultanato de Omã para estudarem em conjunto o desenvolvimento de Mega Hub na Zona Econômica Especial em Duqm.


Relacionamento com a Imprensa - Vale
imprensa@vale.com 
http://saladeimprensa.vale.com

Conteúdo com Temas de imprensa Negócios .

Lupa de pesquisa

Não encontrou o que buscava? Acesse nossa Central de Busca

Reparação

Nosso compromisso na reparação das comunidades e pessoas impactadas pelo rompimento da barragem B1 é constante. Veja as ações sociais, ambientais e de segurança tomadas pela Vale.
Foto:
Onda