Sulje Sulje

menu-img-alt vale-wave
Imagem de header interno Imagem de header interno
10/26/22

Environment

Vale adere à campanha da Business for Nature

Proposta, que será apresentada na Conferência da ONU sobre Biodiversidade, a COP 15, visa mobilizar governos e tornar mandatório o reporte de impactos e dependências de atividades de grandes empresas quanto ao uso de recursos naturais do planeta

Estudo do Fórum Econômico Mundial mostra que mais da metade do PIB mundial, US$ 44 trilhões em valor econômico, é moderado ou altamente dependente da natureza e de seus serviços. Segundo a Plataforma Intergovernamental sobre Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (IPBES), 75% das terras e 66% dos oceanos do planeta já foram alterados pela atividade humana nos últimos 50 anos. Com as perdas significativas de biodiversidade dos últimos tempos, a sociedade e as empresas enfrentam sérios riscos físicos e de mercado. Preocupadas com esta situação, a Vale e outras 300 empresas globais de mais 50 países aderiram à campanha coordenada pela Business for Nature (BfN), lançada hoje (26/10), que busca garantir que os governos elevem o nível de transparência e tornem mandatório o reporte de impactos e dependências de atividades de grandes empresas e instituições financeiras quanto ao uso de recursos naturais e a consequente perda da biodiversidade do planeta.

 

A BfN é uma coalização global que reúne mais de 70 organizações do mundo e tem como objetivo incentivar as empresas e amplificar a voz empresarial em busca da reversão da perda de biodiversidade no planeta. A campanha culmina na COP 15, que ocorre em dezembro, em Montreal. Durante a conferência governos discutirão um novo acordo global de biodiversidade para os próximos 10 anos, incluindo a Meta 15 que trata sobre a prestação de contas e transparência de informações.  

 

“A ideia é que todas as empresas passem a avaliar e informar suas dependências e impactos à biodiversidade, seja local ou globalmente. Além de trazer mais transparência sobre a atuação das empresas, a proposta da meta 15 traz também a redução dos impactos negativos e o aumento dos impactos positivos”, explica a vice-presidente executiva de Sustentabilidade da Vale, Maria Luiza Paiva.  

 

A Vale acredita que a mineração sustentável é essencial para o desenvolvimento global. Atualmente, a empresa ajuda a proteger cerca de 1 milhão de hectares no mundo, dos quais aproximadamente 800 mil estão na Amazônia. Em 2019, lançou a meta de recuperar e proteger mais 500 mil hectares até 2030 para além das fronteiras da empresa, e vem investindo em arranjos de negócios de impacto socioambiental positivo para agregar ganhos para biodiversidade, clima e pessoas. Para apoiar a transição para um mundo mais sustentável, a companhia criou esse ano o fundo Vale Ventures, no qual aposta em soluções disruptivas para os desafios do setor de mineração e metais, trazendo inovação de fora para dentro - ou seja, promovendo o acesso da companhia a novos modelos de negócios e tecnologias inovadoras para ajudar a transformar o futuro.

Lupa de pesquisa

Did not find what you were looking for? Access our Search Center 

Reparation

Our commitment to repairing the communities and people impacted by the B1 dam failure is constant. See the social, environmental and safety actions taken by Vale. 
Foto:
Onda