Sluiten Sluiten

menu-img-alt vale-wave
Imagem de header interno Imagem de header interno
com.liferay.portal.kernel.util.DateUtil_IW@79a83209
Photographer: Vitor Nogueira
com.liferay.portal.kernel.util.DateUtil_IW@79a83209
Photographer: Vitor Nogueira

Vale in Minas Gerais

Minas Gerais is the birthplace of Vale and continues to represent the spirit with which we face our present challenges.

The state accounts for more than half of our iron ore production with 20 mines in operation. The railroad connecting Vitória and Minas also passes through it, with 905 km of extension and over 60,000 hectares of preserved areas in the Iron Quadrangle.
seta-direita scroll-to-see-more

Vale Balance +

Elimination of upstream structures 

We completed the elimination works of two more structures built using the upstream method in Minas Gerais: the Baixo João Pereira dam, at the Fábrica Mine, in Congonhas, and dike 4 of the Pontal dam, in Itabira. 12 of the 30 dams, mapped in Minas and Pará, will already be decommissioned by the end of 2022. Rather than a legal obligation, eliminating upstream dams is a commitment. Another highlight of Vale's operations in Minas Gerais was the Asas Project (Areas for the Release of Wild Animals), in which wild animals, victims of trafficking, irregular captivity, road accidents and even injured by wax lines, are welcomed and treated. In addition, we are working on the Apolo Project, which consists of the implementation of a new operational unit, to produce 14 million tonnes of iron ore per year.
Photographer: Ricardo Teles
Onda

Visit Vale regardless of where you are

Our initiatives 

Browse the tabs and learn more about our actions in the region

Photographer: Ricardo Teles

Conheça o Estudo de Impacto Ambiental – EIA referente ao projeto que visa subsidiar a regularização e autorização para intervenção emergencial de Supressão de vegetação para obras de estabilização da ombreira direita - barragem Capitão do Mato, Nova Lima-MG.
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental – EIA referente ao projeto que visa subsidiar a regularização e autorização para intervenção emergencial de supressão de vegetação para reconformação topográfica de talude próximo à barragem Maravilhas III, localizada na Mina do Pico, município de Itabirito/MG, devido a escorregamentos do terreno que ocasionou na supressão de vegetação nativa no bioma mata atlântica, em estágio médio e avançado de regeneração
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental – EIA referente ao projeto de reaproveitamento sustentável de bens minerais dispostos na barragem Xingu, situada no município de Mariana/MG e que pertence a Mina de Alegria, da empresa Vale S.A. O projeto de reaproveitamento faz-se necessário, principalmente, por ser uma das etapas de descaracterização da barragem Xingu, além de ser uma oportunidade para a redução do volume remanescente de rejeitos provenientes deste processo, visando eliminar a necessidade da formação de uma nova pilha. A documentação encontra-se protocolada nos órgãos ambientais competentes para análise de concessão das licenças necessárias à sua regularização:
Conheça os estudos ambientais relativos à solicitação de licença ambiental para execução de sondagens geológicas em área próxima à Mina Água Limpa, no município de Rio Piracicaba. O objetivo da sondagem é realizar pesquisa mineral para avaliar o potencial de ocorrência de minérios. Após sua realização e verificado potencial para futura exploração, será necessário o desenvolvimento de projeto para um processo de licenciamento específico. Abaixo você pode acessar o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e sua síntese, o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA).
O Projeto Jacutinga está localizado no município de Santa Bárbara, na região próxima à Mina de Água Limpa, e tem por objetivo a realização de pesquisa mineral. Consulte o Relatório de Impacto Ambiental do projeto.
Conheça os estudos relativos ao “Licenciamento ambiental corretivo das obras emergenciais decorrentes da ruptura da Barragem da Mina Córrego do Feijão e recuperação ambiental de sua área de influência”.

Sobre a atividade em licenciamento

O licenciamento corretivo trata das obras emergenciais que serão ou que estão sendo executadas nas áreas afetadas diretamente pela ruptura da barragem de rejeitos B1, da Mina Córrego do Feijão, localizada em Brumadinho. As obras têm o objetivo de conter o deslocamento dos rejeitos e sedimentos, assim como preparar a recuperação ambiental do ribeirão Ferro-Carvão e do rio Paraopeba.
Conheça os estudos ambientais referentes à solicitação de licença ambiental para o Projeto de Sondagem Geotécnica da Pilha de Disposição de Rejeito Filtrado - PDR Tamanduá.

Sobre a atividade em licenciamento

A solicitação de licença é para a realização de sondagem geotécnica necessária para o desenvolvimento dos projetos de engenharia da Pilha de Disposição de Rejeito Filtrado - PDR Tamanduá e estruturas auxiliares, que vem sendo estudada dentro do contexto das operações da Mina Brucutu, localizada nos municípios de São Gonçalo do Rio Abaixo e Barão de Cocais.

As atividades de sondagem geotécnica possibilitam a investigação do subsolo e fornecem os parâmetros necessários para a caracterização dos materiais de fundação, terraplenagem e definição de áreas de empréstimo. Para isso, é usado equipamento para perfurar e obter amostras de solo e rochas e também delimitar o nível do lençol freático da área em que se pretende desenvolver o projeto.
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental – EIA/RIMA referente ao projeto de Ampliação Cavas Capitão do Mato e Tamanduá, localizadas na cidade de Nova Lima. Trata-se da ampliação das cavas de Tamanduá e Capitão do Mato, em operação, para manutenção dos atuais patamares de produção do Complexo Vargem Grande. A documentação encontra-se protocolada nos órgãos ambientais competentes para análise de concessão das licenças necessárias à sua implantação.
O Projeto Ampliação Água Limpa prevê a manutenção das atividades da empresa nessa unidade, com a extensão da vida útil da operação de lavra na extração de minério de ferro até 2029. A partir de 2022, esse projeto torna-se fundamental para a continuidade das operações. Além da expansão da cava Morro Agudo, o projeto prevê também a expansão da pilha de estéril Nova Cururu e novas pilhas que ainda estão em estudo. Não será necessária nenhuma infraestrutura de apoio adicional e tão pouco obra de implantação pois trata-se de projeto para manter as atuais taxas de produção. Toda infraestrutura existente atualmente no Complexo Água Limpa comporta o projeto de Expansão

Nesse sentido, a empresa ‘Sete Soluções’ foi contratada para realizar estudos ambientais na região. O objetivo é conhecer a área para compatibilizar o interesse na ‘Ampliação de estruturas na Mina Água Limpa’ com o ambiente onde a unidade produtiva está inserida. Os trabalhos serão iniciados em julho de 2020 e se estendem até o final do ano. Para isso, pesquisadores acessarão a área de interesse para coletar informações sobre a fauna e a flora, dentre outras características do ambiente. Além disso, serão realizadas entrevistas com lideranças formais e informais das localidades para a busca da percepção sobre os diversos aspectos socioeconômicos e ambientais.

Com a conclusão desses estudos e a confirmação de viabilidade, a Vale buscará a obtenção das devidas licenças junto aos órgãos competentes, assim como tornará formal junto à sociedade e todas as partes interessadas seu interesse na implementação do projeto . Reforçamos nosso compromisso com a condução de nossos negócios baseada em relações transparentes, pautadas pelo diálogo e respeito mútuo nos colocando à disposição para mais esclarecimentos.
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental – EIA referente ao projeto que visa subsidiar a regularização e autorização para intervenção emergencial de supressão de vegetação para as obras emergenciais de interligação do desvio da BR-356/MG necessárias à descaracterização da barragem Vargem Grande.
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e respectivo Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) referente ao projeto que visa subsidiar a regularização ambiental da Estrutura de Contenção a Jusante (ECJ) Gongo Soco, Barragem Sul Superior localizada no município de Barão de Cocais – Minas Gerais. A ECJ Gongo Soco do empreendimento Mina de Gongo Soco anteriormente caracterizada como obra emergencial, foi implantada como medida de segurança das barragens de contenção de rejeitos de mineração. A estrutura tem como objetivo aumentar a segurança das pessoas que vivem em comunidades próximas, do meio ambiente e proteger as áreas a jusante.
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e respectivo Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) referente ao projeto que visa subsidiar a regularização ambiental da Estrutura de Contenção a Jusante (ECJ) B3/B4, Barragem B3/B4 localizada no município de Nova Lima – Minas Gerais. A ECJ B3/B4 do empreendimento Mina Mar Azul anteriormente caracterizada como obra emergencial, foi implantada como medida de segurança das barragens de contenção de rejeitos de mineração. A estrutura tem como objetivo aumentar a segurança das pessoas que vivem em comunidades próximas, do meio ambiente e proteger as áreas a jusante.
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e respectivo Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) referente ao projeto que visa subsidiar a regularização ambiental da Estrutura de Contenção a Jusante – ECJ Fábrica, Barragem Forquilhas e Grupo localizada nos municípios de Itabirito e Ouro Preto – Minas Gerais. A ECJ Fábrica do empreendimento Mina de Fábrica anteriormente caracterizada como obra emergencial, foi implantada como medida de segurança das barragens de contenção de rejeitos de mineração. A estrutura tem como objetivo aumentar a segurança das pessoas que vivem em comunidades próximas, do meio ambiente e proteger as áreas a jusante.
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o respectivo Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) referentes ao processo de regularização da supressão de vegetação necessária à obra emergencial de implantação do sistema da Linha de Vida (Lift Line), em continuidade à descaracterização da barragem Sul Superior na mina de Gongo Soco, localizada no município de Barão de Cocais – Minas Gerais.  A implantação do sistema da Linha de Vida objetiva garantir condição segura no acesso à área da barragem Sul Superior durante a realização de inspeções e manutenções na estrutura, mitigando a exposição de trabalhadores a riscos geotécnicos associados e evitando danos a barragem a médio prazo.
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o respectivo Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) referentes ao processo que visa subsidiar o licenciamento ambiental das obras para a implantação da Estação de Tratamento de Água em Rio Tanque - ETA Tanque, localizada no município de Itabira, Minas Gerais. O Projeto da ETA Tanque será implementado em cumprimento ao Termo de Compromisso SEI/MPMG – 0378270, em referência ao Inquérito Civil de 27/08/2020 (processo 0317.19.001379-5), firmado entre a Vale S.A. e o Ministério Público do Estado de Minas Gerais, com interveniência da AECOM do Brasil Ltda., do município de Itabira e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Itabira – SAAE, o qual objetiva a implementação de estruturas de captação, estação de tratamento e sistema de adução de água proveniente do rio Tanque para abastecimento público do município de Itabira, a serem operadas pelo SAAE.
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental – EIA / RIMA referente ao novo projeto de mineração APOLO UMIDADE NATURAL, localizado em área rural, entre os municípios de Santa Bárbara e Caeté, cujo escopo consistirá de lavra a céu aberto (14 Milhões t/a), tratamento de minério de ferro a seco e sem geração de rejeitos, pilhas de disposição de estéril e um ramal ferroviário, e cuja operação se estenderá por pelo menos 29 anos.

A documentação se encontra protocolada nos órgãos ambientais competentes para análise de concessão da Licença Prévia, que atestará a viabilidade socioambiental do projeto e permitirá avançar para as próximas fases do licenciamento ambiental.

Acesse o Estudo de Impacto Ambiental e o respectivo Relatório de Impacto Ambiental EIA-RIMA completos nos links abaixo:
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental – EIA / RIMA referente ao projeto de Pesquisa Mineral Mina Alegria. Localizado na porção leste do Quadrilátero Ferrífero, no município de Mariana, a Pesquisa Mineral Mina de Alegria tem como objetivo principal avaliar o potencial geológico mineral na área de entorno da Mina de Alegria por meio da realização de furos de sondagem e coleta de amostras visando o conhecimento da localização das ocorrências minerais, determinação das reservas da jazida mineral e descrição das características do corpo mineralizado. A documentação encontra-se protocolada nos órgãos ambientais competentes para análise de concessão das licenças necessárias à sua implantação. Acesse os estudos completos:
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental – EIA referente ao projeto de descaracterização da barragem Campo Grande, situada no município de Mariana/MG e que pertence a Mina de Alegria, da empresa Vale S.A. O projeto de descaracterização de Campo Grande tem como objetivo eliminar as características de barramento por método de alteamento a montante, e objetiva atender às premissas e determinações da Agência Nacional de Mineração (ANM), bem como às obrigações legais de segurança de barragem, especificamente o Art. 8º da Resolução nº 95/2022, o Art. 4º da Resolução Conjunta SEMAD/FEAM nº 2.784/2019, e o Art. 13, §1º, da Lei nº 23.291/2019. A documentação encontra-se protocolada nos órgãos ambientais competentes para análise de concessão das licenças necessárias à sua regularização:
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental – EIA referente ao projeto remoção do Dique Permanente II, situada no município de Mariana/MG e que pertence a Mina de Fabrica Nova, da empresa Vale S.A. O projeto de remoção do dique Permanente II consiste na execução de escavações e aterros, tendo como fim a constituição de um novo sistema de controle de sedimentos, pré-sump e um sump no local. Essas ações visam eliminar as características que configuram a função de barramento do dique Permanente II. A documentação encontra-se protocolada nos órgãos ambientais competentes para análise de concessão das licenças necessárias à sua regularização:
Conheça o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e respectivo Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) referente ao projeto que visa subsidiar a regularização da supressão de vegetação para as obras emergenciais de investigações geológico-geotécnico na barragem de Miguelão, localizada nas adjacências de propriedade Vale S.A, próximo as minas de Tamanduá e Capitão do Mato.

Vale News

We have operations in 13 municipalities in Minas Gerais. And, in order to remain in the loop about the work carried out, we have Vale Notícias, a publication that publicizes the company's main actions in the territories. 

 

Select the territory below to view the latest updates: 

Socio-cultural

Archaeological sites 

We believe in the power of stories, traditions, and culture. Therefore, we preserve important archaeological sites such as the ruins of Casas Velhas, Fábrica Patriótica and Forte do Brumadinho, which house the beginning of our mining history.

Photographer: Ricardo Teles

Vale Voluntários 

In the Vale Voluntários program, we find values that guide Vale's operations, such as passion for people and the planet, life as a priority, group growth and willingness to make things happen. The program is the result of the joint efforts of seven thousand people, including employees and their families, suppliers, communities and partners. 

Photographer: Ricardo Teles

Environment 

Mata do Jambreiro Environmental Protection and Education Center 

Vale maintains an Environmental Protection and Education Center (CPEA) in the RPPN Mata do Jambreiro. This is the largest and most important protected green area in the Metropolitan Region of Belo Horizonte and is visited by an average of 12,800 people. It also has representatives from 198 institutions from 16 municipalities. 

Photographer: Ricardo Teles

Water Cycle Ecoplaza 

Vale has implemented a method of treating sewage using a wetland system at its Águas Claras Mine (MAC) unit, which uses basic materials such as gravel and sand, along with effluent treatment plants. In addition to the benefits for the environment, the system is also more economical and offers an opportunity to stimulate environmental awareness. 

Photographer: 

Private Natural Heritage Reserve - RPPN 

Vale owns 19 RPPNs in Minas Gerais. The total area is 9,505.58 hectares, which is equivalent to about 10,000 soccer fields the size of the one in the Mineirão stadium. In addition to preserving scenic beauties and historic environments, they protect water resources and provide space for Vale to manage natural resources, develop scientific research and maintain ecological climate balances. 

Photographer: Ricardo Teles

Technology

Mineral Development Center 

With over 50 years of experience, the CDM, located in Santa Luzia, is considered the hub of Vale's technological management structure. Its performance is based on the concepts of technological innovation and applied research, developing studies in the area of ferrous minerals, gold, bauxite, kaolin, coal, copper, nickel, fertilizers, as well as titanium and rare earths. 

Photographer: Ricardo Teles

Ferrous Technology Center 

The CTF is located in Nova Lima and plays a crucial role in Vale's scientific and technological development. It presents solutions involving iron ore and coal to the market and has advanced resources for simulations. It also develops a continuous and bold program of technological updating, with hefty investments in the development of its professionals. 

Photographer: Ricardo Teles

Highlights

Memorial Vale Minas Gerais

Passenger train 

Photographer: Ricardo Teles
Onda

News

button-prev button-next
Icon representing a cart loaded with ore.

4Q22 Sales and Production report

Vale's Sales and Production performance for 4Q22 is now available.

 
vale-wave
Icon representing a ringing telephone. On the left and upper side of the photo, there is a color block and two waves, belonging to Vale

Check out the 4Q22 performance reporting dates

Vale S.A. (B3: VALE3 and NYSE: VALE) invites you to its 4Q22 earnings release.

 
vale-wave
 Illustration of the new visual identity for Vale Day 2022 in New York

Vale Day 2022 in New York

Vale S.A. (“Vale”) will host a meeting with capital market participants on December 07, 2022, at the New York Stock Exchange (“NYSE”)

 
vale-wave
Photo of the part of a blue car where you put fuel.

Vale and GM Sign Long-Term Nickel Supply Agreement in Canada Critical to North American EV Supply Chain

This initiative highlights Vale’s uniquely strategic position to be the supplier of choice to the EV industry, leveraging its low-carbon footprint and market-leading position as North America’s largest producer of finished nickel.

 
vale-wave
Illustration of geometric figures. In the background a figure representing the sky with sun. The other part of the image is occupied by a green and an orange background, and in the foreground there are several green triangles.

2022 Extraordinary Meeting of Shareholders

Vale summons its shareholders to the EGM in December. The application deadline is December 19th.

 
vale-wave
seta-direita scroll-to-see-more