Fechar Fechar

Funcionária da Vale sorrindo em paisagem verde. Ela veste uniforme verde
da vale, oculos, capacete e protetores auriculares Artefato visual de onda Vale
Imagem de header interno Imagem de header interno
11/1/22

Negócios

Vale assina acordos para desenvolver Mega Hubs no Oriente Médio e prover soluções de descarbonização para siderurgia

A Vale anuncia que assinou três acordos com autoridades locais e clientes para estudarem em conjunto o desenvolvimento de complexos industriais (Mega Hubs) no Reino da Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos, e o Sultanato de Omã para produzir produtos de baixo carbono para a indústria siderúrgica.

As partes visam a cooperação no desenvolvimento desses Mega Hubs para produzir hot briquetted iron (HBI) e produtos de aço para suprir ambos os mercados locais e transoceânico, com redução significativa das emissões de CO2.

A produção de HBI com utilização de gás natural emite aproximadamente 60%1 menos CO2, quando comparado com a produção de ferro gusa através da rota integrada BF-BOF. No futuro, a substituição de gás natural por hidrogênio e a utilização de energia renovável poderão eliminar as emissões de CO2.

Espera-se que a Vale construa e opere as plantas de concentração e briquetagem de minério de ferro nos hubs, assegurando a oferta de produtos aglomerados de alta qualidade; que os parceiros locais promovam a construção da infraestrutura logística necessária; e que os investidores e/ou clientes construam e operem as plantas de redução direta e sejam os compradores de HBI para os mercados de exportação e doméstico. Estes Mega Hubs devem abastecer diferentes mercados em todo o mundo, apoiando a descarbonização da indústria siderúrgica.

O Presidente da Vale, Eduardo Bartolomeo, afirmou: “Nós estamos muito satisfeitos em anunciar estas parcerias, que nós acreditamos que serão chave para apoiar a descarbonização da indústria siderúrgica. Com esta iniciativa, a Vale vai garantir a disponibilidade de produtos aglomerados de alta qualidade e promover a expansão da indústria do aço com baixa emissão de CO2.”

Marcello Spinelli, Vice-Presidente Executivo de Ferrosos da Vale, afirmou: “Nós vemos um grande potencial na rota de redução direta, com a demanda transoceânica por esses produtos aglomerados de alta qualidade crescendo 100 Mt nos próximos 15-20 anos. Nós devemos estruturalmente aumentar nossa oferta desses produtos aglomerados de grande valor nos próximos anos, melhorando o valor do nosso portfólio de produto. Nós acreditamos fortemente que o Oriente Médio, com seus preços competitivos de energia, localização estratégica e mentalidade empreendedora, tem um conjunto único de condições para desenvolver com sucesso os hubs integrados.”

Esta iniciativa contribui para alcançar o compromisso da Vale de reduzir 15% das emissões líquidas de scopo 3 até 2035. Além disso, a Vale busca reduzir suas emissões absolutas de escopos 1 e 2 em 33% até 2030 e alcançar neutralidade até 2050, em linha com o Acordo de Paris liderando o caminho em direção a mineração sustentável.

Briquetes verdes e o caminho para a descarbonização

Os briquetes verdes da Vale foram anunciados pela primeira vez no ano passado, depois de terem sido desenvolvidos durante quase 20 anos. O produto foi inicialmente concebido para substituir a carga direta e os produtos de sinterização na rota de produção de aço do alto-forno integrado (BF-BoF), reduzindo potencialmente as emissões de carbono em até 10%. Os briquetes verdes também podem ser utilizados na rota de redução direta (como nos Mega Hubs), oferecendo uma opção ainda mais "verde" para o setor siderúrgico.

Até hoje, a Vale assinou acordos com mais de 30 clientes para o desenvolvimento de soluções conjuntas para descarbonizar a indústria siderúrgica. Esses clientes representam cerca de 50% das emissões de escopo 3 da empresa.

Sobre os acordos assinados

• Em 26 de outubro de 2022, a Vale assinou um Memorando de Entendimento com o Saudi Arabia’s National Industrial Development Center (NIDC) para estudar em conjunto o desenvolvimento de Mega Hub na cidade industrial Ras Al Khair. Sob a tutela do Ministério da Indústria e Recursos Minerais, o NIDC é responsável por estabelecer relações com as principais organizações industriais, impulsionando o desenvolvimento industrial do Reino da Arábia Saudita, sendo líder de pensamento e referência para o setor industrial local, apoiando a liderança econômica e técnica no Reino.

• Em 27 de outubro de 2022, a Vale assinou um Memorando de Entendimento com Emirates Steel Arkan (ESA) para estudarem em conjunto o desenvolvimento de Mega Hub na Zona Econômica de Khalifa em Abu Dhabi (KEZAD). ESA é uma sociedade anônima e a maior produtora de aço e materiais de construção dos Emirados Árabes Unidos. O Grupo abastece os mercados doméstico e internacional com produtos acabados de aço de alta qualidade como fio-máquina, vergalhões, perfis pesados e estacas de chapa fina. Além disso, o Grupo produz cimento premium, blocos, tubos, e argamassa seca, criando um portfólio único para os setores de construção e manufatura. O Grupo desempenha papel importante ao contribuir para a diversificação da economia dos Emirados Árabes Unidos em linha com a estratégia industrial dos UAE “Operation 300 bn” e a Abu Dhabi Economic Vision 2030. Através do SENAAT, a Emirates Steel Arkan é parte do ADQ, uma das maiores empresas holding da região com um vasto portfólio de grandes empresas abrangendo setores chave da economia diversificada de Abu Dhabi.

• Em 30 de outubro de 2022, a Vale assinou um Memorando de Cooperação com o Ministério do Comércio, da Indústria e Promoção do Investimento do Sultanato de Omã para estudarem em conjunto o desenvolvimento de Mega Hub na Zona Econômica Especial em Duqm.

Lupa de pesquisa

Did not find what you were looking for? Access our Search Center 

Reparação

Nosso compromisso na reparação das comunidades e pessoas impactadas pelo rompimento da barragem B1 é constante. Veja as ações sociais, ambientais e de segurança tomadas pela Vale.
Foto:
Onda